Como lixar as unhas corretamente?

Unhas descamando, curtas demais ou tortas... qualquer erro ao lixar as unhas pode atrapalhar todo o trabalho para uma manicure perfeita. Um bom lixamento é essencial para evitar quebras, definir o formato desejado, remover impurezas e corrigir possíveis falhas de crescimento. A primeira dica é a escolha da lixa.

As de papel são as mais comuns e cumprem bem seu papel. O lado fino é indicado para acertar o formato e o grosso para as unhas dos pés. Opte por aquelas menorzinhas e use apenas uma vez. A lixa polidora em cubo também é muito útil no dia a dia das manicures. É ótima para unhas onduladas. Mas só pode ser usada uma vez por semana. E se for esmaltar, não use o lado de dar o brilho ou as unhas vão ficar muito lisas e o esmalte não vai fixar bem.

As unhas devem ser lixadas sempre na mesma direção, em movimentos das extremidades ao centro, retornando ao ponto de partida até obter a forma desejada. Dessa forma, a lixa sela a ponta da unha, deixando-a mais lisa e evitando o aparecimento de lascas e fissuras. O famoso movimento de "vai-e-vem", ainda muito popular, podem separar as camadas das unhas e fazer com elas rachem, descamem e até mesmo quebrem.

Escolha do formato

O formato das unhas normalmente é escolhido pela cliente, mas nada impede que você dê algumas dicas para ela. Se quiser manter as unhas curtas ou elas estiverem frágeis, o formato redondo é o mais indicado, já que quebra menos.

Para as que tem mãos curtas e deseja alongá-las, as mais indicadas são as ovais. As quadradas, por sua vez, deixam dedos finos e longos mais proporcionais. Já para os pés, a melhor opção é o formato quadrado, que diminui o encravamento, pois faz com que haja menos chances da unha entrar pela pele do canto do dedo ao caminhar.

Write a comment

Your email address will not published!
Note: HTML is not translated!

Tags: lixar as unhas, manicure, pedicure, lixamento, formato de unhas